Dicas para oferecer melhor qualidade de vida ao idoso

Você sabe identificar os sintomas de um ataque cardíaco?
05/11/2018
Amigdalite, laringite e faringite: saiba diferenciar os tipos de dores de garganta
03/12/2018

A terceira idade é um período da vida que exige cuidados especiais. Não se engane, idosos podem ter vidas ativas, dinâmicas e saudáveis, mas tudo depende de alguns cuidados que a família e o próprio idoso precisam tomar. Quer saber como melhorar a qualidade de vida nessa fase? Continue lendo para ver 6 dicas valiosas.

1. Alimentação balanceada

Apesar da alimentação ser algo importante durante toda a vida, na terceira idade ela torna-se ainda mais essencial. Conforme o corpo envelhece existe tendência para desenvolver carências nutricionais e algumas doenças crônicas que pioram de acordo com a dieta. Alguns exemplo fáceis de compreender são a diabetes e hipertensão. Nesses dois casos o idoso precisa de uma dieta adaptada com pouco sal, no caso da hipertensão, ou açúcar, no caso da diabetes.

A alimentação na terceira idade precisa ser balanceada e completa. Portanto, idosos devem comer a quantidade certa de proteínas, vegetais, frutas e fontes de fibra para manter-se saudáveis. Além disso, a hidratação durante o dia também é essencial. Um corpo mais velho tem maiores chances de desidratar, principalmente no verão. O ideal é buscar acompanhamento

2. Segurança da casa

Durante o processo de envelhecimento do corpo, a pessoa perde aos poucos sua velocidade de reflexos, massa muscular e força. Como resultado, ela deixa de ser capaz de realizar movimentos com a mesma velocidade que realizava quando mais nova. Assim, locais que são aparentemente seguros tornam-se uma verdadeira armadilha para o indivíduo da terceira idade. De acordo com o Ministério da Saúde, um em cada 3 pessoas de 65 anos sofrem quedas e que, daqueles que sofreram o acidente, 20% acabam com sequelas ou fraturas.

Portanto, é essencial manter a casa segura. Para isso, elimine pisos soltos e que podem facilitar um escorregão. Os tapetes também devem ser removidos, opte por modelos que grudam no chão e não apresentam risco. O banheiro é um dos cômodos mais perigosos para o idoso e deve ter barras de apoio no box e tapetes antiderrapantes no chão.

3. Rotina de medicamentos

Por causa das várias patologias que atingem a terceira idade é comum que idosos precisem tomar alguns medicamentos de uso contínuo. Esses remédios servem para o tratamento de diversas patologias e precisam ser tomadas de forma correta. Para auxiliar, separe-os de acordo com o período do dia que devem ser consumidos e sempre conferir se o idoso não esqueceu de tomá-los.

4. Atividades físicas e convívio social

Qualquer pessoa saudável precisa praticar atividades físicas periodicamente, inclusive quem já passou dos 60 anos. Ao praticar atividades físicas, o idoso consegue melhorar sua independência, prevenir a perda de massa magra, melhorar os reflexos e controle motor e ainda controlar doenças crônicas. Além disso, muitas atividades também criam um espaço de convívio social para a pessoa, especialmente as que são realizadas em grupo.

5. Convívio familiar

A família é a principal fonte de suporte para um idoso, por isso é tão importante estimular o convívio. Algumas pessoas ficam tão focadas nos compromissos diários que esquecem de tirar algumas horas na semana para visitar seus avós e pais mais idosos, algo que pode piorar muito a condição psicológica dessas pessoas.

6. Visitas médicas

Para manter a saúde e evitar problemas graves o idoso precisa realizar visitas médicas de rotina. Não espere até que os sintomas de alguma doença apareçam para levar seu ente querido ao médico. Faça todos os exames preventivos recomendados e realize os tratamentos, mesmo que para problemas de saúde aparentemente simples.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *