Doença Cerebrovascular (AVC): causas, sintomas e tratamentos.

Câncer no pulmão: causas, sintomas e tratamentos.
17/09/2018
Quantas pessoas você conhece que já sofreram um AVC? Esse problema vem tornando-se cada vez mais comum entre a população idosa no País, virando uma séria preocupação para quem deseja envelhecer com saúde. Entenda as causas do AVC, seus sintomas e principais tratamentos.
O que é doença cerebrovascular?
A doença cerebrovascular acontece quando um vaso sanguíneo no cérebro fica entupido ou se rompe, causando danos aos tecidos próximos. A área do cérebro que fica sem circulação sanguínea acaba paralisada, desencadeando os sintomas.
O AVC pode ser dividido em dois tipos: hemorrágico e isquêmico. O tipo hemorrágico acontece quando o rompimento de um vaso sanguíneo causa sangramento em certas regiões do cérebro. Ele é um tipo mais raro da doença, porém é mais mortal. O isquêmico acontece quando existe uma obstrução no vaso sanguíneo, deixando parte do tecido nervoso sem fluxo de sangue.
Causas
Existem inúmeras causas que podem desencadear um AVC. A hipertensão arterial, por exemplo, é um grande fator de risco para o tipo hemorrágico da doença. Pacientes com essa condição crônica sofrem com um aumento da pressão nas artérias, que podem não aguentar o fluxo sanguíneo e romperem-se no cérebro. Outra possível causa são ferimentos na cabeça que rompam a artéria.
O tipo isquêmico da doença é causado por várias condições que diminuem o diâmetro da artéria. Alguns pacientes sofrem com acúmulo de placas de colesterol e triglicérides nos vasos, criando uma condição conhecida como aterosclerose. Outros possuem trombos, que são pequenos grupos de sangue coagulado, que migram por todo o corpo até parar em uma artéria de menor calibre no cérebro.
Sintomas
O AVC é uma doença que precisa de tratamento rápido para evitar danos permanentes ao tecido nervoso. Por isso, assim que você perceber algum dos sintomas a seguir é preciso chamar o médico imediatamente:
  • Perda de força súbita na face, perna ou braço de um lado;
  • Sensação de formigamento em um lado do corpo;
  • Perda súbita de visão em um ou ambos os olhos;
  • Alteração da fala e da capacidade para compreender a linguagem;
  • Dor de cabeça intensa.
Tratamentos
Quando o paciente chega ao hospital ele passa por alguns exames de emergência para determinar o tipo de AVC e iniciar o tratamento. Pacientes que têm tempo de aparecimento dos sintomas menor que quatro horas podem realizar um procedimento para desobstruir as artérias afetadas usando uma medicação intravenosa. Também é possível fazer um cateterismo para a retirada do trombo.
Casos que tiveram o início dos sintomas há mais de 4 horas precisam receber tratamento clínico para diminuir as sequelas e impedir dano adicional. Ambos os tipos de paciente precisam ficar sob observação na unidade de tratamento intensiva (UTI) para prevenir novos AVCs.
Lembrando que a doença cerebrovascular é um caso de emergência que precisa de intervenção médica rápida. Não hesite em chamar um serviço de emergência assim que perceber os primeiros sintomas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *