Quais os tipos de fraturas mais comuns e como identificá-las

Dicas para prevenir acidentes em casa
01/03/2019
Quais são as doenças vasculares mais comuns?
19/03/2019

Os ossos do corpo possuem duas funções: proporcionar proteção aos órgãos internos e realizar movimentos. Eles são resistentes, mas não aguentam todas as pancadas e eventualmente acabam se rompendo. Isso leva ao surgimento de fraturas, um evento doloroso que pode surgir por causa de traumas, pancadas diretas no local, quedas e até acidentes. Elas podem ser divididas em alguns tipos, como você pode ver abaixo. 

Fratura exposta/aberta

Quando uma fratura ocorre de forma especialmente violenta ou traumática o osso pode projetar-se da sua posição e romper tecido muscular e pele. Isso é o que chamamos de fratura exposta. Como o osso fica exposto ao ambiente exterior é comum que ocorra infecção no local da ferida, tornando-a mais grave. Por isso, é importante buscar um médico especialista para o tratamento da lesão. 

Caso uma pessoa próxima sofra esse tipo de lesão nunca tente manipular o osso exposto. O melhor é levar a pessoa até um hospital ou médico que possa limpar o local e aplicar as medidas necessárias para evitar infecção. 

Fratura fechada/não exposta

Nesse tipo de fratura não existe rompimento da pele, o que não significa que ela deixa de ser grave. Mesmo que o osso não lesione a parte externa do corpo, ele ainda pode rasgar ou romper tecidos próximos, como músculos, tendões, ligamentos e até vasos sanguíneos. É muito comum que o membro fraturado fique em posições incomuns e muito desconfortáveis, mas lembre-se de nunca manipulá-lo para “colocar o osso no lugar”. Isso pode causar ainda mais lesões, aumenta a dor do paciente e pode prejudicar os tecidos próximos que já estão afetados. 

Fratura patológica

Esse tipo de fratura não acontece por causa de um trauma ou pancada. Na realidade, ele é causado por uma fraqueza patológica dos ossos, como acontece nos casos de osteoporose, ou desgaste natural das estruturas que acontece por causa do envelhecimento. Conforme o corpo envelhece os ossos perdem parte do seu cálcio e começam a desenvolver microlesões. Com o tempo, isso os deixa muito frágeis e qualquer pequeno trauma, como um tropeção, pode causar uma fratura. Esse tipo de fratura é extremamente comum em áreas do corpo que precisam suportar cargas, como a coluna e o quadril. 

Em qualquer desses casos, procure um traumatologista belem, no caso de urgências ou um ortopedista belem, no caso de suspeita de fratura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *