Saiba como usar a tomografia computadorizada para identificar diversos problemas, mas também entenda quais suas restrições e contraindicações com um especialista em tomografia em belém

Hospital Amazônia, o seu hospital do coração belem, lista 10 coisas que você precisa saber sobre o colesterol.
23/08/2019
Os diversos tipos de problemas endocrinológicos: seu endocrinologista belem relaciona os principais.
07/11/2019

A tomografia computadorizada é um exame de imagem muito usado em meio clínico e hospitalar. Ela permite enxergar todo o corpo gerando imagens em fatias que o especialista pode analisar em qualquer ângulo. O exame utiliza radiação, assim como o Raio-X, e é indicado para diversos tipos de diagnósticos. Quer entender mais sobre a tomografia? Continue lendo para entender como funciona esse exame realizado em hospitais do pará.

Para que serve a tomografia computadorizada

Por permitir a visualização tridimensional de cada parte do corpo, a tomografia computadorizada é usada para o diagnóstico de diversos tipos de doenças, assim como alterações em órgãos e sistemas do corpo. Ela pode ser utilizada para avaliar traumas e lesões, como um traumatismo craniano, e definir se o impacto também afetou órgãos próximos. 

Em prontos-socorros de hospitais em Belém o exame também é muito utilizado para detectar acidentes vasculares cerebrais, hemorragias, aneurismas e perfurações de alças intestinais. Ele também é excelente para avaliar articulações e o lesões no disco intervertebral. Por isso, o exame é importantíssimo para o ortopedista belém. 

Como acontece o exame

O paciente que deve realizar a tomografia precisa deitar-se no aparelho, o tomógrafo, na posição indicada pelo médico. O equipamento fica ligado durante alguns minutos para realizar as imagens usando a ampola de raio-x. Dependendo do caso, é preciso administrar contraste iodado. Ele pode ser injetado pela veia, por boca ou por sondas. Essa substância é usada para deixar a imagem mais definida, permitindo melhor visualização de vasos sanguíneos, lesões, entre outros. 

Com qual frequência o paciente pode utilizar?

Para conseguir melhor definição da imagem e recortes tridimensionais no corpo, a tomografia computadorizada utiliza até 500 vezes mais radiação que o raio-x convencional. Por isso, não se recomenda realizá-la com frequência. O acúmulo de radiação no organismo pode levar ao surgimento de problemas, como câncer. 

Apesar disso, aparelhos modernos, como os utilizados no Hospital Amazônia, permitem regular a quantidade de radiação de acordo com a necessidade para o exame em questão. Também registra-se a quantidade de radiação à qual o paciente foi exposto para que o médico possa acompanhar e prescrever futuros exames com cautela.  

Contraindicações

O exame é contraindicado para gestantes e indivíduos alérgicos ao contraste. Pessoas alérgicas ou asmáticas também precisam passar por avaliação antes de realizar a tomografia por contraste. Em alguns casos é preciso medicar o paciente antes de realizar o procedimento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *