Você sabe identificar os sintomas de um ataque cardíaco?

O sono tem uma importância essencial para você. Saiba por quê.
01/11/2018
Os ataques cardíacos são a causa de morte mais comum em todo o mundo. Só no Brasil são mais de 570 mil pessoas mortas por causa do problema anualmente, sendo que no mundo todo esse número chega a 17 milhões. Estima-se que essas doenças poderiam ser evitadas através de mudanças de hábitos de vida e de atendimento rápido no momento do ataque. Por isso, é essencial conhecer seus sintomas para buscar ajuda médica especializada no caso de uma emergência.
Grupo de risco de ataque cardíaco
 
Algumas pessoas têm maior tendência a sofrer um infarto ou outros problemas cardíacos. Elas são consideradas pacientes de alto risco e entram nesse grupo por causa de:
  • Histórico de ataque cardíaco na família;
  • Idade, pessoas acima de 65 anos sofrem mais ataques;
  • Sexo, homens têm maior tendência ao problema que mulheres;
  • Fumantes;
  • Colesterol alto;
  • Pressão alta;
  • Sedentarismo;
  • Obesidade.
Mesmo pessoas que não possuem qualquer um desses fatores precisam realizar exames e procedimentos preventivos. Os homens devem começar a prevenção a partir dos 40 anos de idade e as mulheres devem buscar um médico no período antes da menopausa.
Sintomas de um ataque cardíaco
Quanto mais cedo um paciente com ataque cardíaco for atendido, maiores suas chances de recuperação. Por isso, é essencial reconhecer os sintomas. Os mais comuns incluem:
  • Dor no peito;
  • Dor ou sensação de peso no braço esquerdo;
  • Dores que irradiam para as costas, mandíbulas ou braços;
  • Falta de ar;
  • Suor frio;
  • Formigamento nos membros;
  • Náusea;
  • Palidez;
  • Vômito;
  • Tontura.
Percebeu um ou mais desses sintomas em uma pessoa? Talvez seja um ataque cardíaco. Para garantir um melhor tratamento e recuperação, é necessário chamar o serviço de emergência mais próximo. No pronto socorro os médicos conseguirão adotar as medidas mais adequadas para tratar o problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *